Back to All Events

24º Encontro Mensal | Mulheres no RAP: Trajectória e Afirmação

 MULHERES NO RAP: TRAJECTÓRIA E AFIRMAÇÃO   O movimento Hip Hop, é bastante conhecido entre os angolanos e angolanas. Quase todos os dias, ouvimos e vibramos com a música de um@ artista rapper, muitas vezes demarcado pelo pendor cultural e político que o estilo representa.   O movimento é também conhecido por ser um espaço onde a reprodução dos discursos hegemónicos de subordinação e opressão às mulheres se torna sistematicamente presente nas letras, vídeos clips e em outras manifestações de poder.   Historicamente a música rapper, se apresenta como um instrumento de denúncia e visibilidade das desigualdades sociais. Perceber como as mulheres usam o movimento para elucidar e transpor as barreiras sociais a que são condicionadas é um dos objectivos do Encontro Mensal deste mês.   Para tal, iremos reflectir em torno da contribuição das mulheres no movimento hip hop, desmistificando os desafios e trajectória que as mesmas têm enfrentado, tendo em consideração a alternativas de luta e resistência que elas têm travado.   Para a conversa contamos com a participação das rappers Mamy Skill e Khris MC, que numa abordagem descontraída partilharão, suas experiências, vivencias, trajectória e desafios enquanto mulheres, que buscam afirmar o espaço e voz no movimento hip hop.   Entre música e conversa as nossas convidadas irão partilhar, algumas questões, tais como:   - Quais foram/são as dificuldades para afirmação no movimento?  - De que forma são orientadas as relações de género?  - Como tem sido a vossa afirmação no movimento?

MULHERES NO RAP: TRAJECTÓRIA E AFIRMAÇÃO 

O movimento Hip Hop, é bastante conhecido entre os angolanos e angolanas. Quase todos os dias, ouvimos e vibramos com a música de um@ artista rapper, muitas vezes demarcado pelo pendor cultural e político que o estilo representa. 

O movimento é também conhecido por ser um espaço onde a reprodução dos discursos hegemónicos de subordinação e opressão às mulheres se torna sistematicamente presente nas letras, vídeos clips e em outras manifestações de poder. 

Historicamente a música rapper, se apresenta como um instrumento de denúncia e visibilidade das desigualdades sociais. Perceber como as mulheres usam o movimento para elucidar e transpor as barreiras sociais a que são condicionadas é um dos objectivos do Encontro Mensal deste mês. 

Para tal, iremos reflectir em torno da contribuição das mulheres no movimento hip hop, desmistificando os desafios e trajectória que as mesmas têm enfrentado, tendo em consideração a alternativas de luta e resistência que elas têm travado. 

Para a conversa contamos com a participação das rappers Mamy Skill e Khris MC, que numa abordagem descontraída partilharão, suas experiências, vivencias, trajectória e desafios enquanto mulheres, que buscam afirmar o espaço e voz no movimento hip hop. 

Entre música e conversa as nossas convidadas irão partilhar, algumas questões, tais como: 

- Quais foram/são as dificuldades para afirmação no movimento? 
- De que forma são orientadas as relações de género? 
- Como tem sido a vossa afirmação no movimento?

Earlier Event: November 23
Primeira ESCOLA FEMINISTA